domingo, 22 de abril de 2018

Francisco Macedo Solé - o melhor gurupeiro de 2017

Chicão
Francisco Macedo Solé tem 28 anos, natural da cidade de Rio Grande. Formado em Medicina Veterinária. Filho do Renato Freire Solé e da Rosa Lúcia Macedo Solé. É o caçula entre os Irmãos (Marcelo, Pedrão e Zão).
Iniciou a carreira de ginete com as montarias em boi e depois deu sequência com as montarias em cavalos na modalidade de Crina. Após o ingresso na faculdade começou a montar na modalidade de Gurupa para participar do tradicional Circuito Gaúcho de Rodeios Universitário.
Atualmente reside no Taim, onde "trabalha" junto com os irmãos na Propriedade do seu Pai. Tem a vida direcionada às atividades relacionadas ao campo e à criação de Cavalos Crioulos.
Dessa forma, encara a Gineteada como o autêntico esporte do Gaúcho e ressalta: "É nos rodeios e nas festas de Gineteada que reencontro e revejo a grande maioria dos meus amigos."
Quanto aos ginetes que admira como exemplo na modalidade de Crina são: Índio Ribeiro, Fábio Oliveira, Geferson Oliveira, Felipe Félix, Rafael Safons, Pierre Rocha e Leandro Bitencourt. E na modalidade de Gurupa, destaca: Tiago La Flor, Romualdo Menezes, Maicon Oliveira, Chico Silveira, Thiago Neves e Pancho Terra. 
Na modalidade de Gurupa destaca os melhores Aporreados que já montou: Transnochera, Almaden, Marreco, Poca Ropa, Pirulito, Locrécio, Gaiteiro, Catedral, Poncho Pampa, Oigale.
E de Crina cita o lendário Tostado Pelagraia como o melhor Aporreado que já montou.
Ao ser indagado sobre suas metas em relação a Gineteada, explicou que pretende seguir montando enquanto estiver bem fisicamente e com gana de ginetear.
E o sonho? Ser lembrado e reconhecido pelas novas gerações como um bom ginete.
Para finalizar Solé adverte: "Temos que preservar a nossa cultura e a nossa tradição, porque a falta de união entre todos os envolvidos na organização de um rodeio talvez seja o maior obstáculo que a Gineteada enfrenta atualmente. E isso é responsabilidade de cada um de nós que frequenta e promove a Gineteada, porque hoje com as redes sociais é muito fácil criticar e ser um formador de opinião."

Pedro Machado - Vencedor promoção #promessasxrealodades

Desde pequeno fui criado no meio dos cavalos e sempre tive uma admiração pelos rodeios, mas oque me chamava a  atenção mesmo era a "ginetiada", meu pai o Eelegância, montava mas parou antes de eu nascer, eu sempre via as fotos, ele era da mesma turma do Fábio Oliveira, Barba Azul, Walter Oliveira, Dula e outros tantos, meu pai sempre me contava as histórias e os rodeios onde iam, eu fui crescendo e minha vontade de ginetiar só aumentando, e sempre lidando com cavalos desde que nasci, aos meus 14 anos montei meu primeiro cavalo, desde então eu não quis parar mais, más meu pai e minha mãe me chamaram pra conversar por que eu andava montando escondido deles, ela me perguntaram se eu queria seguir montando ai disse que sim, meu pai muito amigo do Roni Brum da Trop. Lagoa Negra hoje falecido, me perguntou se eu queria ir pra lá, eu disse que sim e na época que fui pra lá estava lá com o Roni o "Barba Azul" e "Ikinho", lá comecei entender mais sobre ginetiada e ia em muitos rodeios com o Ikinho más ainda montando só nas casa, ai em abril de 2015 tinha o rodeio internacional de pelotas "Morada do Sol", o Roni levava cavalo e eu fui com eles, chegando lá o Coruja me convido pra munta um cavalo em um desafio do bem no domingo do rodeio, eu aceitei, montei na Res. Aranha da grota, eo seu Adenir de Oliveira montou o combate, a égua me derrubou, mas foi uma das melhores experiências  da minha vida, desde que montei aquele rodeio a minha vontade de ginetiar só aumentou cada vez mais, e no final do ano de 2015 tive que vir embora da Lagoa Negra por causa do colégio,  logo em seguida surgiu um rodeio em Rio Grande e o Ikinho me convido e eu fui com ele, aí esse foi o primeiro rodeio da minha vida que competi e não fui muito feliz por que acabei caindo de um cavalo na classicafitoria, e depois dai não parei mais de ir a rodeio, aí no dia 4 de dezembro de 2016 o Roni Brum vem a falecer, o cara que me apresentou pro mundo dos rodeios, que me dava conselhos, que me recebeu de braços abertos quando fui morar na Lagoa Negra, um cara conhecedor de ginetiada e de bons cavalos, e só tenho a agradecer a ele é também ao Ikinho e o Barba por me apresentar ao mundo dos rodeios e me ensinar um pouco mais sobre ginetiada, pra mim o Roni, o Ikinho eo Barba foram uma família, depois disso cada um seguiu seu rumo, sempre mantemos contato um com outro, eu segui montando, em 2017 fui no rodeio do Herval em janeiro, fui no Morada, fui no Garrão do Pampa e fui no Rincão da Grota, foi os rodeios grandes que fui em 2017 e não arrumei nada más como era a minha primeira temporada né, aí  pensei até em parar, aí surgiu um rodeio em Pedras altas do Cafezinho e eu fui e graças a Deus consegui chega na final e ganha o rodeio, em 2018 fui no Herval e consegui entrar nos 40 da semi em quarto e aí acabei caindo de um cavalo e não passei prós 15 más pra mim já foi um baita rodeio.
Eu hoje com 18 anos me dedico bastante pra melhor desempenho dentro dos campos de ginetiada, tenho sonhos e quero realizalos, a ginetia hoje é um esporte e se quisermos ser um grande competido "um bom ginete" temos que se cuidar, treinar, e se aperfeiçoar mais na modalidade que montamos, e quero dizer que se tu tem um sonho, tu tem que correr atrás, e jamais desistir, eu pensei várias vezes em parar de montar mas um dos meus sonhos é esse, a gente aprende com as as dores, as críticas são usadas  como uma motivação por que sonhos movem a vida!!!

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Diferente no Basto Aberto - Fernando Cereser Magalhães

Abilio Antunes - o melhor do basto oriental da América

Rodrigo Ávila - 5° na 93° Semana Criolla del Prado

Rodrigo Ávila Albuquerque, 27 anos casada do Eduarda Foster e pai do Inácio, 5 anos, ginete e laçador.

Iniciou na Gineteada com 16 anos, - os guri montavam, eu montava também, hehe”

Pecuarista em Padras Altas, RS.

Tem como ídolos Júlio Gamborgi, Felipe Félix e Fábio Oliveira.

Trás no currículo grandes conquistas, como uma parada na melhor égua dos últimos anos, Raposa da Matreira, Pirulito e Combate da Rincão dos Potros, 3 Marcas da Grota e Mansa da Mansa.

Títulos não lhe faltam, 6 motos e 1 carro. Campeão do Carro no Herval em 2013, Bi campeão da Campereada do Alegrete, Vice campeão do Herval, 1 moto, 1 moto em Noblia, 1 moto em Caçapava, 1 moto em Pedras Altas.

Outros títulos importantes, 1° em Campo Bom, 2° em Campo Bom no ano seguinte, 2° no Garrão do Pampa, 3° no Garrão do Pampa, 3° amador da Vacaria e no outro final de semana 5° no 31° Internacional da Vacaria, 5° e 1° no Morada do Sol, 2° na Semana Farroupilha de Arroio Grande, 5° Semana Farroupilha de Arroio Grande, atual campeão da Festa Campeira do Xiru Azambuja, 3° Semana Crioula de Bagé, por aí se vai...

Neste ano conquistou um dos títulos mais importantes da carreira, ser premiado em 5° lugar na 93° Semana Criolla del Prado em Montevidéu ao lado de grandes ginetes do Brasil, Uruguai e Argentina.

Um dos campeonatos mais disputados da América do Sul, são 8 cavalos a serem montados, Café obteve sucesso em 6 montas e terminou o campeonato em 5° colocado, atrás de grandes nomes da Argentina e Uruguai, Rodrigo Duret, Carlos Benia, Mauro Fazi e Victor Hernández.

Uma das suas paradas foi em um dos grandes cavalos do Uruguai, El Bico Blanco da segunda melhor Tropilha da 93° Semana Criolla, La Balanza.

Rodrigo caiu no primeiro dia, depois 6 paradas consecutivas e outra queda no último dia, terminou a competição em 18,50 pontos.

Ainda sonha em ser campeão da Semana Criolla del Prado e Garrão do Pampa.

Deixa teu recado a quem se espelha em ti, - Bahhh, que nunca desista de seus sonhos e seja humilde sempre.

Crônica da 93° Semana Criolla del Prado

Falamos do maior evento em nível de Gineteada do Uruguai, em Montevidéu o ocorreu a 93° edição deste festival.
Foram 8 tardes de gineteada e o resultado logo abaixo:

🏇Melhor ginete

Abílio Antunes 🇺🇾

🏇Basto Aberto (Internacional)

1° Fernando Magalhães 🇧🇷
2° Miguel Dias 🇦🇷
3° Fredy Gatica 🇦🇷
4° Emiliano Garnier 🇦🇷
5° Felipe Ubieta 🇦🇷

🏇Pelo Internacional

1° Rodrigo Duret 🇺🇾
2° Carlos Benia 🇺🇾
3° Mauro Fazi 🇦🇷
4° Victor Hernández 🇺🇾
5° Rodrigo Ávila 🇧🇷

🏇Pelo Nacional 🇺🇾

1° Felix Senhorina
2° Marcos Sebastian
3° Estebam Bandera
4° Leandro Urquiza
5° Luís Mathias

🏇Basto Oriental 🇺🇾

1° Abílio Antunes
2° Marcelo Melina
3° Yashington Sasias
4° Jose Olascuaga
5° Luiz Urquiza

🏇Ginete Revelação 🇺🇾

Estebam Bandera

🐎🐎Melhores Tropilhas

1° Gaúchos de Batovi
2° La Balanza
3° La Desprolija
4° El Flequillo
5° La Guarda Vieja

Tiramos como destaques dois brasileiros e um uruguaio.

Fernando Cereser Magalhães - Campeão Basto Argentino, uma das modalidades mais dificeis, pois de 15 ginetes convidados apenas 2 brasileiros, 4 uruguaios e 9 argentinos.

Abilio Antunez, tri campeão em Basto Oriental e melhor  ginete da competição.

Rodrigo Ávila, brasileiro que ficou em 5° na categoria de pelo internacional.

Bruno de Souza - A revelação do microfone

O gosto pela narração vem desde a infância, quando nas brincadeiras de laço na vaca parada ou das gineteada em cavalos de pau com a gurizada sempre ficava de fora narrando. Sempre gostei de assistir dvd's e videos de gineteadas só pra prestar atenção em o que os narradores falavam. O tempo foi passando e eu fui me tornando um apaixonado pela gineteada e sempre com o sonho de narrar um rodeio; foi quando aos 17 anos recebi a oportunidade de narrar uma domingueira de laço no meu bairro "saladeiro", daí passou um tempo fui convidado para mais uma domingueira dessa vez com gineteada no grupo camperismo. Sabia que era uma oportunidade única por isso dei o meu melhor naquela tarde de gineteadas e quando terminou a festa recebi o convite do Leonardo Vargas e do Darlan da Rosa para narrar mais um rodeio que seria na semana farroupilha de Quaraí no grupo fronteira, fui lá e narrei e mais uma vez terminei o rodeio contratado para narrar outro; dessa vez era o convite dos meus amigos Taison Pontes e Marcio Castro para narrar a terceira edição do espora solidária, na ocasião narrei as paleteada, bagual de 21 dias, gineteada no vacum e algumas montas em pelo ao lado do Omar Aguirre e do Xiru Azambuja e de lá pra cá graças a Deus não parei mais, narrei em Itaqui, Bagé, 10° Cantar das esporas de Piratini, Rosário do Sul, Livramento, Uruguaiana e tantos outros... No mês de setembro de 2016 realizei um sonho que era narrar na estância do minuano de Santa Maria aonde Patrick Freitas me dava a oportunidade de realizar o sonho de narrar naquele palco e o sonho tbm de narrar ao lado dele e de Cândido Neto, foram umas sete ou oito montas narradas em uma noite inesquecível. Tbm tinha o sonho de narrar um rodeio universitário e esse sonho tbm realizei na cidade do Alegrete no convite dos meus amigos Pedro Leonardi(xerenga) e Bernardo Carloto. Hj na atualidade sou o narrador de todos os rodeios de Quaraí e narrador tbm da maioria dos rodeios aqui da fronteira inclusive os maiores rodeios aqui da região como o espora solidária ao qual faço parte da organização e tbm narro à 3 anos e a campereada Internacional de Livramento aonde vou narrar pelo segundo ano agora no final do mês, tbm ja estou contratado para a narrar um dos rodeios mais esperados do ano na cidade de Dom Pedrito dias 4,5 e 6 de maio e tbm estou com a agenda lotada até o mês de Julho e agora tbm investindo na narração de laço. O momento mais marcante nessa minha jordada foi no início desse ano na arena dos gladiadores de herval aonde narrei as montas em vacum e fui o mais votado e escolhido narrador revelação de 2017 do blog volta de honra uma alegria e uma honra enorme ter feito parte do time dos melhor do ano. Agradeço a Deus por me permitir fazer o que mais gosto e pelas amizades que conquistei e que conquisto através da gineteada e por poder levar o nome de Quaraí por onde ando. Agradeço aos meus pais João Dorval e Sonia que são meus maiores incentivadores, tbm aos meus amigos e todos os organizadores de rodeio por confiarem em meu trabalho.
Meus ídolos no laço Cândido Neto e Mateus Maurer e na gineteada Gilmar Lucas(bonito), Omar Aguirre, Xiru Azambuja e Patrick Freitas.
Sigo adelante com humildade, respeito e muita dedicação. #simboooraaaa

terça-feira, 20 de março de 2018

Delegação Brasileira 2018 - Semana Criolla del Prado, Montevidéu

Delegação Brasileira 2018 - Semana Criolla del Prado, Montevidéu



93ª “Semana Criolla” en Montevideo (Uruguay), evento organizado por la Intendencia Municipal de Montevideo desde el año 1925. Es una de las festividades más importantes del calendario turístico uruguayo, acercando la cultura “gauchesca” y la tradición del campo a la capital.
Se trata del mayor ruedo del país, donde si bien el eje central es el “Concurso de Jineteadas”, también tienen lugar otras manifestaciones culturales como espectáculos folclóricos, carpas informativas, juegos infantiles y una amplia oferta gastronómica.
Durante nueve días se destaca la figura del gaucho y las costumbres camperas con una muestra agrícola ganadera, pruebas de rienda y el tradicional “Concurso de Jineteadas” en las categorías pelo, basto, internacional en pelo y basto argentino.

DELEGAÇÃO BRASILEIRA

Delegado - Ernesto Daniel Vieira Torena
Daniel Vieira hoje com 40 anos e delegado da nossa delegação Brasileira que vai ao Prado reside atualmente em Osório, mas nasceu em San José, Uruguai. Sempre foi bom ginete e por muito tempo cavalo para lhe derrubar não era muito fácil, mas com o tempo as coisas vão mudando e a juventude da lugar a experiência, experiência essa que vem sendo transmitida ao longo dos anos aos seus comandados.
Trás como seus principais ídolos, Ernesto viera (seu pai), Danilo Jesus Gonzáles, Emílio Erasquin e Fabio Oliveira.
Qual tua expectativa para o Prado?
A melhor possível. Tenho total confiança nos ginetes que levo, e se tivesse como levar mais teria outros com as mesmas condições, afirma Daniel.
O que deixa de recado a quem se espelha em ti?
Sempre agir de forma transparente, tentando sempre fazer o certo.
Nunca trampiei e acho que é assim que se tem que levar não só a gineteada como a vida no todo.
Não sei como, mas tento fazer a escolha da forma mais transparente e justa, mas sou humano e com certeza erro também, levo cinco homens para o pelo e dois para o basto aberto.
Infelizmente Sempre ficam bons ginetes de fora e que na realidade preciso atender a uma serie de pré requisitos na escolha, um conjunto de qualidades de cada homem ao qual toca a mim decidir.


Rodrigo Ávila de Albuquerque
Cafezinho assim conhecido, o homem de Pedras Altas, e que com 27 anos já coleciona em seu currículo 7 motos e 1 carro.
Dos poucos ginetes que parou uma das eguas mais duras da atualidade, Raposa da Guabiju e que trás com seus ídolos Felipe Alves Felix e Julio Gamboja.
Rodrigo No ano anterior já andou muito bem por lá e essa ano espera andar ainda melhor.
Qual tua expectativa para o prado?
Vou tentar dar o melhor de mim e que Deus proteja todos nós.
O que deixa de recado a quem se espelha em ti?
Que nunca desista dos seus sonhos e que a melhor coisa de um ginete é a humildade.


Felipe Alves Felix
Felipe tem 29 anos e uma filha, Elisa, de 4 anos, natural de Caçapava do Sul.
Campeão de 2 carros e 20 motos, um feito e tanto para a idade. O primeiro carro veio aos 24 anos na cidade de Herval, em 2012 e o segundo em Jaguarão.

Atual vice Campeão do Prado e campeão em 2016:
"No prado foi um titulo que da terça-feira em diante liderei o campeonato e mantive toda a semana na ponta. Não foi fácil, devemos estar bem psicologicamente pra aguentar a pressão de um campeonato como o do Prado, pois é uma semana de gineteada”, frase de quando foi campeão.
Qual tua expectativa para o prado?
- Estou bem tranquilo, minha expectativa é parar os cavalos, é dar pau em cavalo aporreado.
O que deixa de recado a quem se espelha em ti?
Humildade, defende ser esse o segredo do seu sucesso, aliado à simplicidade e o respeito com o próximo. Mas a dedicação é fundamental.






Leonardo Marques

26 anos, São José - grande Florianópolis - SC

Expectativa para o Prado?

Muita concentração e fé em Deus.
Prado, um dos Rodeios mais cobiçados, sonho de todo ginete é montar no lá.
Meus sinceros agradecimentos ao Delegado Daniel Vieira pela confiança, com certeza darei meu melhor.

Nss conta um pouco tua história?

-Quase 8 anos tenho esse vicio, essa paixão por gineteada.
Aos 19 anos tive o prazer de experimentar esse esporte e após experimentar nunca mais parei.
Comecei a treinar em abril de 2010 e o primeiro rodeio que montei foi em fevereiro de 2011 na Cidade de Tubarão - SC no Rodeio do Tio Preto.

Primeiro Rodeio oficial que ganhei foi na Cidade de Brusque em agosto de 2011 e hoje após 8 anos tenho muitos sonhos realizados...

3x Vice campeão do Herval
Vice campeao do Morada do sol
Campeão do Rodeio dos Praianos
9 motos 0 km
Campeão da Vacaria, 1 automóvel 0km

E agora participar da delegação Brasileira montando na semana Criolla del Prado, outro sonho.

Sou muito feliz com isso!!!!





Marcos dos Santos Vicente
(Marquinhos da Barra)

Aos 35 anos, Marcos Santos Coleciona titulos importantes em uma careira de ginete.

2X 5° na Vacaria, 2008 e 2018
1° Rolantche 2017 
1° Mercosul 
2x Campeão em Charqueadas
e por ai se vai, MAquiné, Guaiba, BArra do Ribeiro, Porto Alegre, Imbé...

Meus Ídolos são: 

Luís Alberto (Betinho)
Renato petim
Jairo Mendes Porciúncula
Rafael Safons

Expectativa para o Prado?

Essa notícia me pegou de surpresa, Muiiiiito feliz, mais um sonho a se realizar.
Então focar mais os treinos esse restinho de semana e mentalizar o que preciso fazer pra que tudo corra certo.



Junior Ribeiro


Aos 27 anos um dos ginetes mais duros da atualidade, atual campeão do Morada do Sol, poucos dias atrás parou a segunda melhor água do estado, Xispa da Minuano.

Qual a expectativa para o Prado?

A minha expectativa é representar bem o meu país e que possamos todos andar bem.

História? 
Comecei montando em terneiros nas marcações, depois fui montando em boi nos rodeios e aí acho que com 21 anos comecei a monta em cavalo em rodeio. Aí depois peguei gosto de monta em cavalo e já é um vicio.



Fernando Cereser Magalhães
Fioti, como é conhecido por onde passa, 33 anos, nascido e criado em Bagé.
Tras como seus principais títulos campeao do Prado em Montevideo 2012, campeão Fiesta de La Patrira gaucha em Tacuarembo 2013, Campeão encontro gaucho Durasno 2014, Campeão gauchadas e cantigas Bage 2007, CAmpeão en Ceiva Entre Rios Argentina.
Qual tua expectativa para o prado?
Fazer o meu melhor cumprir com meu dever e sair junto com a minha familia que esse é o maior premio que um ginete pode ganhar.
O prado sempre é uma emoçao apesar de fazer 8 anos que represento nosso Rio Grande, Brasil. Tendo o exito de ter saido campeao e melhor ginete da semana em 2012 com basto argentino e 5° lugar em 2015 e 2016.
O que deixa de recado a quem se espelha em ti?
Fazer sempre o que gosta com muita fé e determinação todos podemos alcançar o que desejamos.






Ricardo Rotta Terra Filho

Apelidado de Pancho Terra, 26 anos e natural de Santa Vitória do Palmar.
Pancho Terra tem por seus ídolos todos seus amigos e familiares do meio da gineteada, todos sempre tem algo que incentivam as pessoas e nos tornam mais fortes.
A gineteada entrou na sua vida aos 16 anos, foi criado pra fora sempre na lida e tem duas pessoas que são de grande importância para o ponta pé inicial (João Francisco Terra Cardozo e José Bernardo Terra Cardozo) eles que o incentivaram em quanto uma parte da família era contra. 

Principais títulos:

Modalidade Gurupa Sureña
Campeão Internacional de Jesus Maria 2014;
Campeão Da Semana Crioula de Bagé 2014;
Campeão Universitário de Pelotas 2012;
Bi Campeão Universitário de Bagé 2015 e 2016;
Modalidade Pelo
Campeão do rodeio "El Relincho" Uruguai;
Campeão da semana farroupilha de Arroio grande 2014;
Campeão contraponto Universitário 2010 Uruguaiana, 2012 alegrete.

Expectativa para o Prado? 

 Expectativa muito grande, mais um sonho que realizarei, acredito que será um experiência única conviver com essa delegação ‘’buena’’ e montar cavalos das melhores tropilhas do Uruguai.


quarta-feira, 7 de março de 2018

Ginete Revelação 2017 - Ricardo Miranda (Pelego)

RICARDO MIRANDA

26 anos 

Castro - PR 

Entrevista,  - Comecei na gineteada há 5 anos atrás em um lugar afastado e com poucas possibilidades, por não ter muito dinheiro e ter que trabalhar afastado da cidade de Castro morava no distrito de Socavão onde existe pecuária e agricultura.



Mesmo assim em 2013 fui ao Rodeio da cidade de Castro e resolvi montar mesmo sem os meus pais aceitarem a escolha, fui sem nada, nem ao menos um de esporas. Nesse tempo 50,00 era a inscrição, paguei e sai a procura das coisas que eu precisava pra poder montar, no fim acabei conseguindo emprestado.
Nesse tempo era a CIA de rodeio 4P do meu amigo Mané e seu filho Manuel Pereira. Eu nem sabia encrinar e muito menos calçar um par de esporas, sempre lidei com cavalo e gado mas nunca tinha montado em um cavalo aporreado.



Sai procurando alguém que fosse me ajudar, sempre tive amizades do rodeio mas assim na gineteada não tinha o conhecimento, alguns guris chegaram e me ajudaram a ata as esporas e quando chegou a hora de montar fui sem medo, subi no cavalo os guris me encrinaram, uma coisa que nunca tinha visto... Pedi a solta não enxerguei mais nada, pois primeira vez na vida já direito num rodeio pois entao cai, feio!
Ahhh o tombo, aquele tombo foi como se tivesse sido uma parada, me levantei, meus amigos tudo na volta e falando tem que treinar mais é sair pra mais rodeio... Mas como muitos amigos as condições  financeiras não eram boas, era bem difícil mesmo.




Daquele rodeio em diante comecei a pensar como vou fazer pois gostei muito do que fiz, sei que não foi possível pra ganhar, mas me senti bem, e tive um sentimento diferente, uma adrenalina unica e diferente, depois fui a cada dia tentando olhar filmagens na internet e pensando como iria fazer pra ficar melhor. Muita gente sempre me dizia o que você quer com gineteada, vai se machucar ou vai pagar pra cair... Nunca dei ouvidos pra isso até por que o que eu mais queria ninguém tirava de mim.

O tempo foi passando eu trabalhava numa fazenda no interior de Castro lidando com gado, cavalo e vacas de leite, mesmo distante dos grandes rodeios, mas aquele pensamento de um dia poder montar em um rodeio diferente, assim fui levando até aparecer alguns cavalos e vierão me falar que poderia montar mais se eu me machuca-se não envolveria eles da fazenda, entao fui com aquele objetivo de buscar os meus sonhos.

 Segui montando não eram bons cavalos mais pra quem não tem nada o pouco é o suficiente entao a partir dali fui cada dia tentando me firmar cada vez mais sempre encrinado jamais imaginei que existiria uma rédea pra mim tudo era igual. Asim se passou um ano no mesmo rodeio da minha cidade consegui com muita gana entrar na final e ficar com o 3° lugar muito feliz pois era meu primeiro título e estava completando um ano de gineteada e dentro da minha casa pra mim foi muito gratificante e foi oque me deu mais motivação pra seguir praticando a gineteada.


O tempo foi passando até que comprei um burro para que eu poder treinar em casa pra tentar melhorar e seguir, foi uma fase onde vi que tinha muito que aprender mas sozinho com um burro naquele lugar eu não iria ir pra frente até chegar no ponto de pensar em ir embora foi tudo meio derrepente pois não tinha outra escolha eu acabei indo pra Coritiba na metade de 2014  onde fiz amigos, irmãos que o rodeio me deu coisas que jamais esquecerei pois só quem passa sabe o valor das coisas. Lá foi onde aprendi muitas coisas conheci mas amigos fui a rodeios, provadas e treinos e assim vai a vida com as amizades, digo que aprender um dia e ensinar, mas sempre saber com quem é como aprendeu, pra mim tenho como exemplos Diogo Shibata, Wagner Nunes, Alan Gottardi, Robson Carlos onde cada um teve o prazer de me ensinar por vezes sempre juntos o tempo passa tão depressa que quando a gente vê tudo que a gente aprendeu serve de lição, essa é a vida no ano de 2015 passei a sair mais já estava mas preparado pra sair fui em rodeio onde nunca imaginei mas nunca tinha ido pro estado do Rio grande do Sul.

No início de 2016 onde consegui realizar um sonho onde todos dizem e sabem que o Internacional do Herval significa pra gineteada fui até lá, montei e cai mas não abaixei minha cabeça conheci mais um pedacinho do Rio Grande em seguida fui até a cidade de Girua onde muntei na primeira fase e sai classificado para o domingo com a 3° melhor nota, assim na monta da semi final acabei me lesionado, o cavalo caiu por cima e quase acabei quebrando meu pé, mas mesmo assim subi pra cidade de Vacaria onde eu montaria na segunda feira mas machucado não consegui calçar as botas voltando para Campo Largo onde eu eu morava.
Em seguida acabei indo trabalhar com o Heitor Lugarini onde tive muito aprendizado, provando e lidando mas ainda um cara que abriu as portas do rodeio não só pra mim mas pra muitos sê passou um ano de tropilha Maleva eu não tinha condições de ir sempre mas o sonho de estar no Rio Grande estava ficando mais longe... Em 2017 um dia um cara me ligou me chamando pra ir a Lagoa Vermelha no rodeio internacional e a festa nacional do churrasco eu disse que não tinha muito dinheiro não tinha muita coisa ele só me falou de um jeito e venha peguei ajeitar e consegui realizar um sonho de chegar lá, muntei no rodeio onde conheci ícones da Gineteada como Darci Renato Petim, pra mim um ídolo homem do campo de respeito e admiração pela pessoa que és pelo jeito simples de relatar as coisas como elas são.
De Lagoa Vermelha fui a Porto Alegre e assim segui no ano de 2017, uma jornada e um sonho que  pude passar mas momentos como eu vivi jamais esquecerei vitórias conquistas glórias as vezes tombos lesões mais nunca deixei de acreditar e nunca pensei em desistir....


Títulos de 2017

1° Rodeio de Bom Princípio - RS (Final de gurupa, primeira vez que montei)
1° Rodeio Internacional de Maraú - RS
3° Rodeio de Nova Santa Rita - RS
1° Campereada Internacional de Santana de Livramento - RS
3° Entre Quedas e Paradas - São José - SC
1° Festa CT e Cabanha Budel - Campo Magro - PR
1° Rodeio de Brusque - SC
4° Encontro de Ginetes Amigos do Benhur - Palmeira - PR
1° Rodeio Entre Potros e Bastos - Quaraí - RS
1° Torneio Farroupilha de Charqueadas - RS
1° Cavalgada da Saudade - Rio Vermelho - SC


Títulos de anos anteriores
3° Rodeio Interestadual do CTG Sinuelo
1° Rodeio de Irineópolis - SC
1° Rodeio da Lapa - PR
3° Festa CT e Cabanha Budel
3° Rodeio da Tropilha Mano a Mano - Lages - SC
1° Rodeio da Palmeira - PR
2° Rodeio de Esmeralda - RS


Ídolo: Darci Renato petim
Sonho: Meu sonho maior e sair campeão do Herval e Garrão do Pampa.

Estilo: Rédia e sempre de botas de garrao meio pé como fosse mas sempre de garrao e sem garroneira nunca gostei de munta de botas e muito menos de garroneira nos garrao.

Tive muita dificuldade pra chegar onde cheguei, conquistei pela força de vontade é muita dedicação e sempre me espelhei no adalmir Arruda o porvinha  pela maneira de ginetear

Uma frase que sempre carreguei comigo não importa como conquiste alguma coisa sempre tenha fé em Deus e acredite em si mesmo não importa como seja mas nunca perca a
Humildade e Resistência .




terça-feira, 6 de março de 2018

No giro do aporreado - Mercado em movimento


Nós últimos dias o mercado do aporreado está ativo...

Abaixo uma lista de quem saiu e quem entrou nas tropilhas...

Tropilha Marca da Serra é comercializada com a Tropilha da Grota, após alguns acertos, alguns cavalos retornam a Marca da Serra. 


Entra na Tropilha da Grota 

Minuano da Tropilha Santana 
Negrita da Marca da Serra
Toro Loco da Marca da Serra 
Sinuelo da Tropilha Sinuelo
Pampa da Marca da Serra
Tonico da Marca da Serra 
Ditador da Marca da Serra 





Entra na Tropilha Rincão dos Potros 

Ditador da Tropilha da Grota



Entra na Tropilha Marca da Serra 

Marcela da Tropilha Rincão dos Potros
Pampa da Tropilha da Grota
E mais alguns cavalos que já haviam sido comercializados e retornaram. 





Entra na Tropilha Santana 

Milonga da Tropilha da Grota 
Fandango da Tropilha da Grota 
Lambari da Tropilha da Grota
Mago da Tropilha da Grota 
Poltrona da Tropilha da Grota 
Baletão da Tropilha da Grota 



Entra na Tropilha Contra Ponto 

Pato da Tropilha Santana
Picacinho Tropilha Santana
Ferrugem Tropilha Santana
Fronteira Tropilha Santana
Berro Grosso Tropilha Santana
Querência da Tropilha do Bazuca



Entra na Tropilha do Bazuca 

Farrapa da Tropilha da Grota
Novoeiro da Tropilha da Grota
Ouro 18 da Tropilha da Grota
Tornado da Tropilha da Grota




Entra na Tropilha Sem Costeio

Tango da Tropilha do Bazuca


Entra na Tropilha Talismã 

Morena da Tropilha La Tormenta
Lagoa Negra da Tropilha La Tormenta
Surpresa da Tropilha La Tormenta
Armada da Tropilha La Tormenta
                                                      Carrasca da Tropilha La Tormenta
Palmeira da Tropilha La Tormenta




Entra na Tropilha La Tormenta 

Cicatriz da Tropilha Talismã
Forrozeiro da Tropilha Talismã
Mancha Rara da Tropilha Talismã
Trago Seco da Tropilha Talismã
Pesadelo da Tropilha Talismã
Meio Luto da Tropilha Talismã
Andariega (Faisca) Tropilha da Grota


Entra na Tropilha Costera 

Trabuco da Tropilha La Tormenta


Entra na Tropilha Padroeira

Nobreza 
7 Potros 
Uruguaia

Entra na Tropilha Malagueta

Biduino da Tropilha Matreira
Capincho da Tropilha Matreira
Xuxa da Tropilha Matreira
Taquara da Tropilha Matreira
Pancera da Tropilha Matreira
Lacraia da Tropilha Matreira
São Diogo da Tropilha Matreira
Taim da Tropilha Matreira
Nego Touro da Tropilha Matreira
Tamanduá da Tropilha Matreira
Contestada da Tropilha Matreira
















Nosso telefone de Contato: 
051 995101639










sexta-feira, 2 de março de 2018

Thaian Rosa - campeão do maior, Herval

 Thaian Couto da Rosa, da cidade de Arroio Grande é o vencedor do maior evento de montarias em boi do estado. 
Aos 25 anos de idade Thaian que também é ginete de cavalos tem uma moto no gineteada em vacum, modalidade essa pouco reconhecida no estado. 




- Comecei a montar com 11 anos em terneiros de chiqueiro e aos 13 passei a ir competir nos rodeios, no meu primeiro já consegui ficar em 4° lugar onde valia uma moto aqui no Arroio Grande.

Sempre me espelho em meu irmão Alex Rosa, quem me encinou, e é o ginete mais experiente e premiado montando na atualidade em boi.

Atualmente sigo me dedicando a montar em rodeios de cavalos e bois e estou esperando o Mahian Rosa que chega em junho.

Meu sonho ganhar um carro na gineteada e participar de rodeio junto com meu filho.


Monto o Herval em boi desde 2008, então era um sonho de guri que se realizou!
Me dediquei muito, foquei, treinei e NUNCA desisti, daí deu certo graças a DEUS! Tô muito feliz por ganhar o maior e melhor rodeio de gineteada em vacum.