domingo, 31 de dezembro de 2017

Simplesmente Tropilha Floresta


Uma história de sucesso, Tropilha Floresta de São Gabriel para o mundo!

Seu fundador Reinaldo Garcia de Menezes, iniciou em agosto de 1978, portanto há
exatos 39 anos a famosa Tropilha Floresta teve inicio aos seus trabalhos como uma das
pioneiras no estado.

Reinaldo Menezes com 3 filhos, Reginaldo, Brinalda e Romualdo.

Romualdo assumiu a tropilha em 2008 e segue com aproximadamente 40 aporreados
nos campos, entre éguas de cria e os cavalos em atividade.

Entrada da Estância - São Gabriel

O começo foi com a finalidade de um treino para dois companheiros que iriam
apresentar-se na Festa do Peão de Boiadeiro em Barretos – SP, Darcy Motta e José
Machado. Como na época poucos eram os cavalos aporreados procurou com seu Tio da
cidade de Cacequi – RS, que possuía muitos cavalos alguns potros e cavalos mechidos ,
e foram experimentados e de lá veio 8 animais, entre eles – Merengue, Pirulito, Quero
Vê, Jaguatirica, Piorra e outros.

Muitos cavalos surgiam de Trocas, de animais que eram pegos para doma e outros
negociados com comprador de cavalos de descartes, eram potros criados de 8 ou 9 anos
já de raça caborteiras, como os Bragados e Oveiros da Estância Bela União, e alguns
cruza de Arabe da Estância Dos Assis Brasil.

Ás vezes sendo alguns presenteados por fazendeiros amigos, onde surgiram cavalos
como: Rainha, Xará, Figueira, Baio Cacequi, Morocha, Serrote, Batalha, Libertador,
Rosilho Maleva, Chiquinha, Rebuliço, Cruzeira dentre outros.

Mais tarde outros cavalos surgem: Morena, Chacarera, Badana, Diabo Loiro, Chaquira,
Guarani, Arrenegado, Pato Preto,Temporal e Diaba Loira.

No inicio as participações da Tropilha eram gratuitas, simplesmente por amizade, indo
assim várias festividades como Rodeio de Cacequi, Santa Maria, Caçapava do Sul e em
São Gabriel. Pois na época a maioria das tropilhas pertenciam aos CTGS, como CTG
93 de Bagé, CTG Prenda Minha, CTG Julio de Castilho e o Porteira de Rio Grande de
Vacaria.

Em Santa Maria, na AT Estância do Minuano participando de vários Rodeios Estaduais
e quase que todos as edição do Cone Sul, chegou nos primeiros anos levar mais de 100
reservados.

Tropilha atual: Vaneira, Assombro, Cigana, Porrete, Garrucha, Queixinho, Bagaceiro,
Bota Fora, Redemoinho, Piradinha, Santa Clara, Espoleta, La Moneda, Roleta,
Sussegô, Milongueiro, Buteco, Gemada, Madrugada, Gangorra, Dona Bela, Aperitivo e
Bibelô.

Potras: Mini Saia, Rubra Rosa e Chacarera.

Eguas de crias: Chaquira, China Gorda, Viúva Negra e Floresta.

Sendo que neste ao de 2017 tivemos duas grandes perdas (mortes) de reservados
importantes na modalidade de pêlo Sarita em 22/11/2017 e Gigolô em 18/12/2017.

A tropilha que alçou grandes ginetes ao mundo dos rodeios, José Machado, Darcy
Motta, Antonio Rosa, Paulo Ramires, Reno Villagran, Luis Adelar, José Edgar Antunes,
Ademar Mattos, Luiz Vaqueiro, Aldoir Nunes,Gercison Machado,Juliano Rocha, Vitor
Ramires, e tantos outros...


Desfile 20 de Setembro - São Gabriel




Romualdo Menezes x Guarani

Foto da tropilha em 2000



Lista concorrer aos melhores do ano 2017

1- VANEIRA
2- ASSOMBRO
3- CIGANA
4- PORRETE
5- GARRUCHA
6- QUEIXINHO
7- BAGAÇEIRO
8- BOTA FORA
9- REDEMOINHO
10- PIRADINHA
11- SANTA CLARA
12- ESPOLETA
13- LAMONEDA
14- ROLETA
15- SUSSEGÔ

REVELAÇÃO: CIGANA

MELHORES DO ANO: VANEIRA E ASSOMBRO


A lenda Conhaque

Cavalo de aproximadamente 30 anos que chegou a tropilha pelos anos de 90, oriundo da
troca de outros animais com a Companhia de Rodeios JJ de São Paulo, nascido em
Cachoeira do Sul, sempre com grandes espetáculos em suas passagens pelas pistas.
Aposentado em Caçapava do Sul em 2014 com a montaria de Rafael Safons, e ainda
pasta nos campos da Estância Floresta.



Res. Conhaque 2017

Res. Conhaque x Reno Villagran













Camisetas e Baby look Volta de Honra

051 995101639


Camisetas e Baby look Conhaque

051 995101639




051 995101639

Um comentário:

  1. Elias Ricardo Bonet31 de dezembro de 2017 08:37

    Fico feliz em ler,uma linda homenagem a tropilha floresta ,e de seus donos ,e por ter passado por aquela casa e ser hoje um homem que tive oportunidade por por ser amigo desta incrível família que esse 2018 seja de muita glórias e também pra que faz este documentário é leve sempre o nome de tropilha e ginetes feliz ano novo

    ResponderExcluir